tititi…

De acordo com o dicionário coloquial, a palavra “tititi” significa mexerico, boateria, confusão, barulho e intriga. Diria que são todos os ingredientes para uma bomba ‘fantástica’ em qualquer tipo de comunidade ou família.

Nunca pensei que dedicaria um post para falar disso, pois para mim isso sempre foi algo que rondava de perto, mas achava que deveria ser ignorado, assim como todas as bobagens da vida. Portanto, com o passar destes últimos meses tenho visto o quanto o “tititi” tem sido camuflado com “lindas” roupagens. Vem em forma de “desabafos” e “vamos orar sobre isso” ou “nossa, o que você acha disso? não querendo falar mal, sabe?”. Assim tem entrado de fininho em grupos, círculos de amigos, e sem aviso deixado um rastro de muita dor e engano.

Já fui inúmeras vezes vitima de tititi na vida, mas também infelizmente já participei de grupos de tititi. Hoje me arrependo muito da minha falta de sabedoria, mas aprendi algumas lições preciosas:

  1. ‘Onde tem fumaça, tem fogo.’ Quando o nome de alguém aparece em meio uma confusão com freqüência, é necessário parar e pensar que talvez o problema não é apenas a confusão, mas todos que estão no meio dela também. Pessoas resolvidas sabem sabem detectar “fumaça” e se desviarem rapidamente. Se seu nome está na confusão, algo em você foi uma “porta” – por isso saia correndo! (e depois verifique qual foi essa porta)
  1. Quem mais faz o tititi é aquele que tem muito tempo em suas mãos. A vida é corrida demais para aqueles que estão ocupados em servir, em trabalhar e construir algo eterno. Pessoas focadas não perdem tempo em coisas que só gastam energia à toa, como o tititi.
  1. A frase famosa sempre se aplica aqui: “Atrás daquele que fere, existe sempre um ferido.” Quem gera o tititi raramente está feliz e satisfeito consigo mesmo, sempre está a espera de alguém para reconhecê-lo(a) e corresponder com suas necessidades.
  1. No fundo, o tititi é uma saída para o covarde que não consegue verbalizar suas frustrações para a pessoa “mal- falada” OU para o fraco que deseja segurar sua mágoa ao invés de liberar perdão. Liberar perdão exige muita força e coragem, mas sempre vale a pena.

Ai. Ai. Ai. Tudo isso aí dói, pois não existe nenhum ser humano que nunca fez um tititi ou que nunca sofreu por um tititi. Mas vejo o quanto o nosso coração deve ser curado para que todo o “corpo” seja saudável.

Sempre teremos a escolha de espalhar nossa bagunça interior para todos, ou saber resolvê-la com saúde. Saber falar com o nosso ofensor, ou perdoar verdadeiramente o ofensor sem contar o caso para o fulano, e  sim continuar a comunhão e a convivência.

Que o nosso coração seja nobre em escolher o perdão acima da justiça própria, seja bondoso em se apegar ao bom do próximo e não os defeitos e que seja corajoso em falar a verdade para reconciliar e não jogar na cara. E que longe de nós fique o tititi, pois escolher viver em paz e em comunidade tem um preço, mas nada se compara aos benefícios de quando somos livres.

Liberdade é o perdão. Liberdade é a bondade. Liberdade é o amor sem esperar nada em troca.
Seja livre, e fuja do tititi com todas as forças em você 🙂

-Z.L.

zoelilly
5 Comments
  • Caroline Felipe
    Responder

    Meu Pai, incrível como essa mensagem chegou na hora certa. Estou vivendo essa situação no meu ambiente de trabalho e tem sido muito difícil. Oro para que Deus me ajude a ser luz, superando todo tititi. Deus abençoe.

    27 de maio de 2015 at 23:15
  • Excelente reflexão, como sempre, Zoe 😉

    3 de junho de 2015 at 21:31
  • Anderson
    Responder

    Excelente texto, que Deus a abençoe.

    20 de fevereiro de 2016 at 17:27
  • Fabiana
    Responder

    Sempre trazendo coisas do coração do ABBA!

    Inspiração para nós.

    18 de agosto de 2016 at 12:09
  • Danielle Alves Oliveira
    Responder

    Muito bom! Jesus abençoe!

    25 de agosto de 2016 at 17:09

Post a Comment